ESCORPIÃO
Descrição

 ESCORPIÃO

      Como é a picada e o efeito da peçonha de escorpião?

        Picada: Causa uma dor intensa no local com irradiação pelo membro afetado. A sensação é de queimação, agulhada e latejamento. A picada é semelhante ao de uma vespa ou abelha, ficando inchada e avermelhada. Geralmente as picadas ocorrem nos membros superiores, sendo mais da metade delas (65%) nas mãos ou antebraços.  As principais vítimas são as crianças menores de 14 anos.

     Peçonha: Como as toxinas escorpiônicas agem estimulando a liberação de neurotransmissores do sistema nervoso autônomo, observa-se alterações sobrepostas tanto da divisão simpática como parassimpática. A intensidade dos sinais e sintomas do escorpionismo depende da dose de veneno.  Desde que socorrida rapidamente, a maioria das vítimas, recupera-se com o tratamento. A gravidade do envenenamento depende não só da dose como a espécie de escorpião, sendo que o veneno do escorpião amarelo (Tityus serrulatus) é o mais potente na América do Sul e no Brasil.        

        Nos acidentes moderados e graves, após de 2 ou 3 horas surgem os seguintes sintomas:

- Alteração da temperatura corporal, suor constante e abundante.

- Náusea, vômito, salivação excessiva, dor abdominal e diarréia.

- Arritmia do coração (aumento e redução) e alteração da pressão sanguínea (aumento e diminuição),

- Alterações respiratórias podendo ocorrer acúmulo de fluidos no pulmão. Essa é a principal causa dos óbitos.

- Agitação, sonolência, confusão mental

       Como socorrer uma pessoa picada por escorpião?

A picada de escorpião, na maioria das vezes, causa poucos sintomas, como vermelhidão, inchaço e dor no local da picada, entretanto, alguns casos podem ser mais graves, causando sintomas generalizados, como enjoo, vômitos, dor de cabeça, espasmos musculares e queda da pressão, havendo, até, risco de morte.

Em caso de picada de escorpião, os primeiros socorros são:

- Lavar o local da picada com água e sabão;

- Manter o local da picada voltado para cima;

- Não cortar, furar ou apertar o local da picada;

- Beber bastante água;

- Ir o mais rápido possível a um pronto-socorro;

      Os tipos de escorpião mais perigosos são o escorpião amarelo, marrom, amarelo do nordeste e escorpião preto da Amazônia, mas a gravidade do quadro depende, também, da quantidade de veneno que foi injetada e da imunidade de cada pessoa.

     Como é feito o tratamento

Para aliviar a dor e a inflamação no local da picada, é recomendada a aplicação de compressas com água morna, e o uso de analgésicos ou anti-inflamatórios, como dipirona ou ibuprofeno, por exemplo, receitados pelo médico. 

Em pacientes com sintomas mais graves, é necessário o uso do soro antiescorpiônico, que será prescrito pelo médico do pronto atendimento, para cortar o efeito do veneno no organismo. Nestes casos, também é feita a hidratação com soro fisiológico na veia e observação por algumas horas, até os sintomas terem desaparecido.

         Como identificar o tipo de escorpião 

A melhor maneira de saber se o tipo de escorpião é muito venenoso é, se possível, capturar e levar o animal para ser identificado, no pronto-socorro. Existem cerca de 30 espécies de escorpião no Brasil, sendo que os mais perigosos são:

  • Escorpião Amarelo - apresenta coloração amarelo-claro, com manchas mais escuras no dorso e cauda, e mede até 7 cm de comprimento. É o escorpião mais perigoso, e sua picada causa dor e dormência, podendo levar a náuseas, vômitos, suor e arritmias, principalmente em crianças e idosos. 
  • Escorpião Marrom - tem coloração marrom-escuro ou marrom-avermelhado, com patas amarelas e manchadas, e mede cerca de 7 cm. É muito encontrado em regiões úmidas, e sua picada causa muita dor, dormência, náuseas e mal-estar.
  • Escorpião do Nordeste - possui uma coloração amarelada, com uma linha mais escura no centro, e um pequeno triângulo mais escuro em sua cabeça. Geralmente causa quadros leves, com dor e dormência no local da picada.
  • Escorpião preto da Amazônia - tem uma coloração escura, quase negra, e mede cerca de 8,5cm. Sua picada causa intensa dor e inflamação local, com sensação de ferroada e queimação, além de poder causar sintomas graves, como, arritmias, tonturas, falta de ar e sonolência.
  • Como evitar a picada de escorpião

Para prevenir a picada de escorpião, é recomendado tomar alguns cuidados em casa, como:

  • Manter a casa limpa, retirando acúmulos de sujeira atrás de móveis, cortinas e tapetes;
  • Limpar o quintal ou jardim, para evitar acúmulo de entulhos e lixo nestes locais;
  • Evitar andar descalço ou colocar as mãos em buracos ou frestas;
  • Manter animais como galinha, coruja, gansos ou sapos no quintal, pois são predadores dos escorpiões;
  • Inspecionar roupas e calçados antes de usá-los. 

A limpeza é importante, pois, locais sujos, com infestação de baratas e ratos, por exemplo, atraem mais facilmente animais peçonhentos como, escorpiões, aranhas e cobras.

 

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO PRADO/MG 

Rua Severiano Fonseca, 43 – centro

CEP: 39940-000 – Fone: (33) 3744-1363

e-mail: pmriodoprado@ig.com.br

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE 

Rua Dr. Luís Benjamim de Menezes,136 – Bairro: Brasília  

CEP: 39.940-000 - Fone: (33)3744-1194 – Rio do Prado MG

e-mail: smsrp24@yahoo.com